icone sacola
0
Seu carrinho está vazio :(

Dicas

Chupeta para Bebê: Pode dar? Mitos e Verdades

Publicado em 07.03.2022 |
533 visualizações

Uma dúvida muito comum entre os pais, principalmente os de primeira viagem, envolve o uso da chupeta para bebê. Isso porque o acessório divide opiniões, seja de especialistas ou mesmo do público em geral, pois há pessoas que defendem o uso da chupeta e outras que abominam a sua introdução na vida da criança.

chupeta bebe

Em meio a essas discussões, o que não faltam são dúvidas sobre o assunto, afinal, apesar de o uso da chupeta estar associado a uma série de benefícios para o recém-nascido, ela também pode trazer alguns problemas que podem perdurar para o resto da vida da criança.

É pensando nisso que hoje iremos trazer até você os principais prós e contras da chupeta, seus riscos, vantagens e desvantagens, além de tudo o que você precisa saber sobre o assunto para tomar a melhor decisão para seus filhos.

Chupeta para Bebê: Introdução

Relatos mostram que o primeiro projeto do que viria a ser a chupeta foi patenteado ainda nos anos de 1900, nos EUA. Antes do uso do bico de borracha, as mamães tentavam fazer o uso de uma série de objetos na tentativa de acalmar seus bebês, como colheres de prata, paninhos umedecidos com calda de açúcar e até mesmo pedaços de corais (desses que encontramos no mar).

Com o passar dos anos, as chupetas para bebê passaram por inúmeras mudanças, seja em seu tamanho, formato e até mesmo nas formas de uso. Em suma elas são utilizadas para acalmar o bebê e são bastante eficientes nesse objetivo.

Isso porque os bebês têm por instinto a necessidade de sugar, que é um comportamento que já se observa em crianças ainda no útero da mãe. Todavia, esse reflexo de sugar é de grande importância para o neném, pois ele garante um crescimento e o desenvolvimento psíquico da criança.

amamentacao bico para bebe

É por meio da sucção que a criança se alimenta, sendo que o seio da mãe é suficiente para satisfazer essa necessidade de sugar nos primeiros anos de vida. Dessa forma, é recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Ministério da Saúde brasileiro que as mamães amamentem seus filhos pelo menos até os dois anos de idade, pois isso ajuda a desenvolver um sistema imunológico forte, além de prover uma boa nutrição para a criança.

Ao sugar o peito, a criança libera em seu cérebro a endorfina, um hormônio importante e que gera uma sensação de prazer capaz de reduzir a ansiedade e eventuais dores que o bebê esteja sofrendo. É por isso que a amamentação é tão importante.

Benefícios e vantagens da chupeta

A chupeta é um artifício muito utilizado pelos pais na tentativa de acalmar o bebê, mas a introdução desse acessório na vida da criança pode ter suas vantagens e desvantagens. No geral, ela é introduzida na vida da criança quando ela começa a chupar o dedo ou a pedir o peito apenas para sugá-lo (sem sorver o leite).

bico bebe

Apesar de a chupeta ser muito eficiente nessa tarefa de acalmar o bebê, ela deve ser usada com cautela, por uma série de motivos sobre os quais falaremos mais adiante. Todavia, se bem administrada, ela pode trazer alguns benefícios.

Entre essas vantagens da chupeta para bebê está justamente o fato de que ela pode ajudar a criança a passar com mais calma por procedimentos que sejam estressantes ou dolorosos, tais como a aplicação de uma vacina ou a coleta de sangue, por exemplo. 

Todavia, esse efeito calmante também poderia ser promovido com a amamentação, com a vantagem que esse ato permite que o bebê tenha contato com a pele da mãe e que sinta seu cheiro, sendo algo ainda mais eficaz do que a chupeta na hora de acalmar a criança.

Outro benefício da chupeta, mas que ainda gera discussões entre especialistas é que ela pode reduzir os riscos de uma morte súbita infantil, que é uma síndrome ainda em estudo e que acaba causando a morte prematura e sem nenhuma explicação aparente em bebês sadios e sem histórico de doenças anteriores.

No entanto, essa ligação do uso da chupeta com a redução desses casos de morte súbita de bebês ainda é palco de muita polêmica e divergências entre os especialistas, sendo que ainda depende de mais estudos para que possa ser efetivamente comprovada.

Estudos também mostram que a chupeta pode ser vantajosa para estimular a sucção em bebês prematuros, o que acaba por favorecer o seu ganho de peso e permite reduzir o tempo de hospitalização dessas crianças. Todavia, esse tipo de uso da chupeta deve ser sempre acompanhado e orientado por um profissional.

Malefícios da chupeta

maleficios da chupeta beeb

Se, por um lado, a chupeta tem as suas vantagens, por outro, ela pode trazer uma série de malefícios importantes, que devem ser considerados pelos pais antes de iniciar esse hábito em seus filhos. Pensando nisso, listamos alguns dos mais importantes para que você possa tirar as suas dúvidas. Confira:

Pode comprometer a amamentação

A introdução da chupeta para bebê, principalmente no caso de crianças muito novinhas, pode acabar interferindo no processo de amamentação e, consequentemente, no ganho de peso e na saúde geral do recém-nascido. Além disso, ainda pode trazer uma série de desconfortos para a mamãe.

Isso porque as crianças que usam a chupeta com frequência tendem a mamar menos no peito, o que acaba por fazer com que a mamãe produza menos leite e possa desenvolver problemas em função dessa redução do tempo e frequência das mamadas.

Outro problema importante é que a chupeta faz com que a criança utilize músculos faciais diferentes daqueles que são usados para sugar o peito. Dessa forma, crianças acostumadas com a chupeta podem ter dificuldade de fazer a pega correta no seio e, consequentemente, isso pode gerar dores e causar ferimentos na mamãe, o que também atrapalha a amamentação.

Pode comprometer a dentição

Como você viu anteriormente, o neném faz uso de músculos diferentes para sugar o bico do seio e a chupeta. Dessa forma, bebês que usam a chupeta com frequência podem ter problemas no bom desenvolvimento da boca e da dentição, sendo que podem surgir posteriormente problemas de mastigação, fala, respiração e no alinhamento dos dentes, o que dependerá de uma série de tratamentos para que a criança possa melhorar essas funções no futuro.

Pode causar otites

otite maleficios chupeta

Estudos mostram que as dores de ouvido (ou otites) são mais comuns em crianças que fazem o uso da chupeta do que naquelas que não a utilizam. Isso acontece, pois a chupeta faz com que os músculos responsáveis pelo funcionamento da tuba auditiva da criança não sejam devidamente estimulados, o que acaba favorecendo a formação de secreções (a famosa “cera de ouvido”) e, com isso, o surgimento das dores de ouvido.

Pode causar transtornos futuros

Há estudos que mostram que crianças que fizeram um uso prolongado da chupeta acabaram por desenvolver algum transtorno oral na fase adulta. Entre as condições mais frequentes está o tabagismo e a compulsão alimentar.

Como tirar a chupeta da criança

tirar chupeta bebe

Se você optou por oferecer a chupeta para seus filhos, não se culpe imaginando os malefícios que ela pode causar. Isso porque os primeiros meses da vida do bebê podem ser um turbilhão de emoções e, por conta disso, qualquer coisa que possa ajudar nesse momento é muito bem-vinda.

No entanto, saiba que a retirada da chupeta do bebê não deve ser algo feito de uma forma abrupta e de qualquer jeito. Apesar de não existir uma maneira certa ou errada de se fazer isso, é preciso ter calma e entender que há um momento certo de se fazer essa transição sem afetar o psicológico da criança.

A primeira dica para retirar a chupeta é tentar conversar com a criança, isso para aquelas que já possuem uma boa capacidade de compreensão, explicando que a chupeta pode causar problemas no futuro. No entanto, não retire o acessório de uma vez. No lugar, tente convencer a criança a ir deixando de usá-la gradativamente, como somente durante a noite ou em determinados momentos do dia.

chupeta para bebe pode ou nao

Outra dica para fazer a retirada da chupeta é tentar substitui-la por outra forma de conforto para a criança, como um paninho, um brinquedo, um ursinho de pelúcia ou a própria presença dos pais, que podem conversar com a criança, contar histórias, cantar ou simplesmente ceder seu colo para que a criança se sinta protegida.

Se a criança tem o hábito de dormir com a chupeta, você pode retirá-la assim que ela adormecer, o que também ajuda a reduzir o tempo que a criança passa sugando o acessório.

Assim, seja qual a forma escolhida para retirar a chupeta do bebê, é importante que você faça isso com toda compreensão, paciência e amor que esse ato exige. Pode ser que a criança chore, que faça birra e sinta falta da chupeta. No entanto, uma vez que você decidir por retirá-la, deve ser firme e não voltar a entregá-la para o pequeno, pois, caso isso aconteça, todo o progresso pode ir por água abaixo.

E você, o que achou dessas dicas sobre a chupeta? Já sabia que você pode dar a chupeta para o bebê? Ainda tem alguma dúvida ou gostaria de compartilhar suas experiências com outros leitores? Então não se esqueça de deixar seu comentário no final deste artigo.

Cookies
X

Este site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar navegando, você aceita nossa Política de Privacidade.